Editora Guemanisse - Apagão!


Essa eu realmente não consegui entender! A bolha estourou? O apagão se deu em Teresópolis? Nada justifica o fato da Editora Guemanisse sair do ar justamente, no mês e dia limites do anúncio dos vencedores do 10º Concurso de Contos e Poesia! Espero que haja um motivo justificável para a demora de quase trinta dias na divulgação dos vencedores!
Ou se por acaso, a editora estiver com algum problema de ordem técnica, seria de "bom tom" avisar aos participantes do concurso, pessoas que de boa fé pagaram a inscrição de R$32,00 e merecem, com todas as letras, uma satisfação!
Enviei um e-mail para a editora por meio do endereço editora@guemanisse.com.br e  voltou com o aviso que o endereço estava errado!
Editora Guemanisse, cadê você?

Comentários

  1. Participei do 9o. Concurso da Editora Guemanisse RJ com quatro poemas em 2010. Até agora não recebi os livros conforme havia sido acordado. Acho que a editora vem enfrentando algum problema técnico, pois eu tinha muito orgulho de participar dos concursos da Guemanisse.
    Ainda estou aguardando a remessa dos livros que deveriam ter sito publicados até set2010, depois janeiro 2011.
    Marcemino Rampanelli - e-mail: marcemino2010@hotmail.com

    ResponderExcluir
  2. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  3. articipo dos concursos da Editora desde a 3ª edição de Contos e Poesias. Nunca tive problema com relação a entrega de livros, mas estou achando muito estranho o site da Editora ter saído de repente do ar. A Editora deveria ter um posicionamento a respeito deste sumiço, afinal são várias pessoas que estão neste momento concorrendo no 10º Concurso. Abraços, Lucho

    ResponderExcluir
  4. queridos amigos e amigas, me junto a vocês no tocante à indignação! a editora guemanisse precisa urgente emitir um comunicado. Talvez possa ter ocorrido algma fatalidade - se Deus quiser não ! - mas precisamos e é nosso direito ter noticias. Esse é o terceiro concurso que eu participo, abraços, Rodrigo Lychowski

    ResponderExcluir
  5. É verdade gente... É a primeira vez que participo e estou um tanto quanto decepcionada. Na editora não atendem o telefone, não respondem aos e-mails (03 emails enviados, sem resposta), e agora o site fora do ar... A Sra. Clarisse Maia poderia, ao menos, nos posicionar. Nos resta esperar.
    Andrea

    ResponderExcluir
  6. Também participei do concurso e estou muito triste pelo fato de a editora ter simplesmente desaparecido da net. E o pior, sem quaisquer explicações dos responsáveis pelo concurso.

    ResponderExcluir
  7. Realmente surpreende esse silêncio total. Participei do concurso anterior e estou a "ver navios" como todos aqueles que esperam a publicação do segundo volume do livro. E agora o site sai do ar...

    ResponderExcluir
  8. Em 2010, participei do 1º Concurso Literário Guemanisse de CRÔNICAS, CARTAS E TROVAS e aderi à co-edição com outros textos não-premiados no concurso, submetendo-me às condições estabelecidas nas normas encontradas na consulta/proposta, pagando o valor de R$ 240,00 e enviando a senhora Clarisse Maia Guedes o comprovante de depósito, o texto revisado, meus dados pessoais e a biografia. Segundo as normas, os livros seriam postados nos correios até o dia 21/JANEIRO/2011, salvo alguma dificuldade incontornável que, nesse caso, seríamos todos avisados. Infelizmente, tenho tentando entrar em contato com a editora por email para obter maiores informações sobre o atraso da publicação desta coletânea e até o presente momento, não recebi nenhuma resposta, nenhum esclarecimento. Para piorar a situação, o site não está mais disponível! Estou me sentindo lesado, indignado!

    ResponderExcluir
  9. Olá a todos.

    Eu também participei do 10º Concurso (Poesias).
    É a primeira vez que participo.
    Confesso que no início tive um pouco de receio quanto à idoneidade da editora. Porém através de várias pesquisas na internet acabei me sentindo segura.
    Agora estou preocupada em relação à divulgação deste resultado (que não sai) e ao fato do site ter saído do ar!

    Rita

    Vamos torcer para que não tenha acontecido nada de errado e seja apenas um problema técnico.

    ResponderExcluir
  10. Olá a todos. Também estou inscrita no 10º concurso de contos e há algum tempo tento acessar o site da Editora Guemanisse e o mesmo está fora do ar. Não cheguei a tentar contato via email ou telefone, mas pelo depoimento dos amigos acima, parece que também essas formas de contato estão indisponíveis. Joguei o nome "Guemanisse" no Google a achei esse post aqui que me reconforta em partes, pois me sinto menos sozinha nesse sentimento de lesão. A Editora Guemanisse tinha que se manifestar, independente do que esteja acontecendo. No mínimo, deveriam expedir um comunicado. Nós inscritos cumprimos com nossa parte, temos o direito de saber o que aconteceu, não é mesmo? Não sei como proceder em caso de não voltar a conseguir informações da editora, mas vou me informar, pois não podemos ser tratados assim com esse desleixo.

    ResponderExcluir
  11. Amigos,
    Há anos participo dos Concursos de contos da Editora Guemanisse e posso assegurar que sempre foram corretos em ralação a prazo, resultados, entrega de livros,informações, etc.Participei do 10º concurso e também aguardo. Acho que deve ter ocorrido algo de muito grave pois é a primeira vez que o site sai do ar.
    Maria Beatriz

    ResponderExcluir
  12. Eu participo desde meados de 2007 dos Concursos da Editora Guemanisse e posso garantir que sempre foram corretos. Não conheço pessoalmente a Editora-Chefe Clarisse Maia apenas por email, mas é uma pessoa muito séria, transparente.Por isso estou estranhando o site ter saído do ar.
    Lucho

    ResponderExcluir
  13. A questão não é somente o site ter saído do ar! Isso foi só a gota d'água! Desde fevereiro, tenho tentado entrar em contato com a editora e eles NUNCA respondem meus e-mails! Não deram, se quer, uma explicação sobre o fato de não terem editado a antologia na qual um trabalho meu seria publicado. Pela ocasião da co-edição, eles informaram que o livro já estava, inclusive, no prelo. Eu estava aguardando pelos livros (já pagos) para o início do ano como foi prometido e... nada! Se houve algum problema sério que gerou esse atraso na publicação, por que os autores não foram avisados? Imprevistos e atrasos acontecem em edições, sabemos disso! Mas, não justifica a falta de contato, o silêncio total. Não sei nem como recorrer judicialmente. Já não tenho esperanças.
    Maude.

    ResponderExcluir
  14. OLÁ, TUDO BEM?
    QUE HÁ ALGUM PROBLEMA, JÁ SABEMOS. PENSO QUE SE FOR GRAVE, A EDITORA DEVERIA DIVIDIR CONOSCO. PODEMOS, JUNTOS, ENCONTRAR UM MODO DE RESOLVER. PRINCIPALMENTE, SE AS CHUVAS RECENTES AFETARAM A EDITORA. TALVEZ ESTEJA SE MUDANDO. PEÇAM AJUDA. INTERESSA A TODOS NÓS, QUE PARTICIPAMOS DOS CONCURSOS, A MANUTENÇÃO DA GUEMANISSE. SOMOS UMA PARTE IMPORTANTE DA EDITORA. SE NOS DERAM AJUDA E OPORTUNIDADE, PODEMOS RETRIBUIR.

    ResponderExcluir
  15. Que legal! Estou percebendo que a vontade de ajudar e entender o que aconteceu está presente entre nós! Vou me comunicar com algumas pessoas que conheço em Teresópolis e tentar localizar a editora da Guemanisse e com isso, se ela estiver pronta para essa troca, tentar chegar a um acordo que seja bom para todos! Quem quiser fazer parte da comunicação me enviem e-mail que faço todo processo com cópia para vocês.
    abraços!
    joana.d.cabral@gmail.com

    ResponderExcluir
  16. Mamma mia, come devo saperlo di questta Editora Guimanisse?

    ResponderExcluir
  17. Independente do problema, a editora deveria, ao menos, divulgar alguma informação. Esse silêncio apenas alimenta suspeitas negativas. Caso estejam em dificuldades, podemos nos unir e tentar auxiliá-los. Porém, precisamos entender o que está acontecendo. Espero ter algum esclarecimento, em breve.

    ResponderExcluir
  18. Sabe o que mais ainda geram suspeitas negativas nessa história toda, infelizmente?! É que durante todos os meses que tentei entrar em contato com a editora, eles EM ENHUM MOMENTO me responderam mas CONTINUAVAM promovendo outros concursos e, com isso, ganhando em média um valor de 30 reais como taxa por cada inscrição.
    Foram meses, sem que eles me falassem absolutamente nada a respeito da publicação da antologia na qual eu estava fazendo parte mas promoviam outras e outras! Estranho isso... não?

    ResponderExcluir
  19. Olá amigos
    Também estou querendo notícias.
    Se alguem souber de alguma informação por favor este é meu email> mirian.t.campos@uol.com.br

    ResponderExcluir
  20. Me sinto lesado por essa editora. Se trata de muito dinheiro,eles não podem nos ignorar dessa forma. Para toda a compreensão cabível em situações como esta, há um limite, e creio que a Editora Guemanisse está ultrapassando a barreira do admissível. Acho que devemos tomar atitudes mais sérias, a fim de que, pelo menos, tenhamos explicações por parte da empresa. Tive conhecimento de casos de consursos literários nos quais os organizadores descumpriam os acordos feitos e simplesmente não entregavam os prêmios. Caso alguém queira tomar iniciativas reais, peço para que entre em contato comigo. Não podemos ficar esperando, enquanto milhares de reais destinados a um concurso literário - aparentemente sério - estão nas mãos de pessoas que simplesmente desapareceram, sem dar a menor satisfação. Muitos de vocês creem na idoneidade da empresa, entretanto ninguém conhece-a de verdade.
    Rodrigo Albergaria.

    ResponderExcluir
  21. Lendo todos os comentários aqui postados, quero ressaltar que concordo o Rodrigo plenamente e que compreendo o sentimento daqueles que parecem ter sido mais lesados do que outros! Compreendo que muitas pessoas aqui se mostrem ainda mais compreensivas e passivas. Infelizmente, eu faço parte do grupo que não pode mais se dar a esse luxo! Participei de um dos concursos da Guemanisse em setembro do ano passado, paguei a taxa de inscrição e depois mais 240,00 para receber os livros da antologia na qual meu conto seria publicado. Até hoje, eles não foram entregues e nem mesmo foram editados! Você consegue perceber como eu me sinto? Lesado, desrespeitado como escritor e como consumidor. Tenho todos os emails do meu primeiro contato com a editora quando ingenuamente aceitei a proposta deles, sem exigir um CONTARTO entre as partes. Resumindo: não tenho mais esperanças em relação a Guemanisse. Deixo aqui registrada minha indignação como tantos outros estão fazendo. Junto a minha voz a voz de todos vocês, principalmente àqueles que estão no mesmo barco que o meu! Fui ingênuo e também inexperiente ao confiar meu trabalho sem os processos legais que devem existir entre o autor e a editora. Hoje, não tenho como correr atrás desse dano. Que sirva de lição para eu estar mais atento a essas dezenas de concursos espalhados por aí pelo nosso país. Fiquemos mais antenados a partir de agora, gente! E para quem ainda acredita na boa fé desta editora, só posso dizer: “Lamento muito!”
    A minha ficha já caiu há muito tempo.
    Luciano Pedro.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Emails também são aceitos como documentos num eventual processo judicial, Luciano.

      Excluir
  22. É lamentável o que aconteceu. Preferia achar que não fosse verdade. Também pelo jeito até agora,( custo acreditar o contrário) marchei com 480,00 dos dois últimos concursos. No último fui premiado e por azar quis que publicassem outro texto (e daí tive que pagar) que foi pré-selecionado como o do concurso anterior. Tenho documentos das remessas do numerário e tb. e-mails de correspondência cobrando os exemplares. Os escritores novos no Brasil não tem espaço e ainda ocorre isto com esta Editora que parecia tão honesta...
    Adilar Signori

    ResponderExcluir
  23. Olá pessoal,
    o Blogger ficou dois dias sem me deixar acessar e agora que voltou, sumiram três comentários e minha última postagem!
    Para os que deixaram comentário, comunico que eu não retirei nenhum!
    Continuem comentando!
    Abraços!

    ResponderExcluir
  24. Olá pessoal. Um dos comentários que sumiram foi o meu. Fiquei até desconfiado, mais ainda bem, porque é o nosso canal de comunicação. Nos dois últimos concursos literários que participei, fui premiado no último com menção honrosa com a crônica "Cartas Sem Respostas". Por ter textos pré-selecionados, optei então em pagar pelos dois 480,00 e pelo jeito não serei resarcido. Cobrei várias vezes por e-mail e disseram que no penúltimo teve problemas técnicos e somente uma parte foi editado. Tenho os documentos de remessa dos valores de 240,00 cada um. Uma lástima que esteja acontecendo, pois no Brasil o estímulo para os escritores novos é diminuto e a gente tanto acreditava nesta editora...
    Concursos de que participei e não levei os exemplares.(30 livros). 1º Concurso Guemanisse de Crônicas, Cartas e Trovas e 9º Concurso Literário Guemanisse de Contos e Crônicas/2010
    Adilar Signori

    ResponderExcluir
  25. O meu comentário está no grupo daqueles que também sumiu mas também fico muitíssimo agradecido a Joana por nos permitir "abrir o jogo" e o CORAÇÃO neste espaço de comunicação. Também participei de um concurso da guemanisse no ano passado e entrei na co-edição com um texto meu, pagando 240,00 pelos livros. Adilar ainda teve sorte de ter um de seus e-mails respondidos. Infelizmente, tentei VÁRIAS vezes me comunicar com a senhora Clarisse mas não tive sucesso algum. Estou sem esperanças. Já tive outros trabalhos publicados em antologias por outras editoras e nunca tive problemas desse gênero. Todas foram muito sérias: havia um contrato entre as partes, revisão de texto, obra catalogada na Biblioteca nacional etc. Achei estranho quando vi que não havia nada disso e mesmo assim, acreditei na Guemanisse. Até aquele momento, nada de ruim constava na internet sobre a editora... e arrisquei! Isso serve como lição. Se acreditamos em nosso potencial e no potencial do nosso trabalho, NÃO podemos deixar nossas obras na mão de qualquer um. Não podemos fazer as coisas de qualquer maneira! Foi uma grande decepção! MAS, APRENDI!

    ResponderExcluir
  26. A Guemanisse editora e a sua (única?) proprietária viveram exclusivamente das contribuições que os autores/concorrentes prestavam sob a forma de inscrição (e de co-edição) nos concursos de textos curtos que permanentemente lançava; a receita marginal da venda de exemplares suplementares aos autores premiados deve ter sido despicienda. As receitas referidas teriam de ser suficientes para pagar os prémios, a edição do livro comemorativo, o trabalho do júri (se é que existiu algum júri de composição e idoneidade que penso que ninguém conhece e será por isso pelo menos duvidosa) e ainda o sustento da proprietária, que, com tanto concurso, não poderia dedicar-se muito a outra actividade.
    Não é preciso fazer muitas contas para calcular que Clarisse Maia ou Clarisse Maia-Guedes não enriqueceu com a ideia original, defensável se cumpridos os regulamentos, nem mesmo com o embolsar indevido da totalidade das inscrições deste último concurso e outras irregularidades que se foram conhecendo e devem ter ocorrido quando, num que outro concurso, as inscrições se tenham mostrado insuficiente.
    Seja como for que qualifiquemos a ideia de Clarrisse o facto é que, ao longo do tempo, fomos milhares a participar activa e financeiramente na sua implementação. Assim sendo penso que deverá haver um grupo de pessoas decidido a mantê-la em andamento mesmo que tenha de sofrer algumas alterações (a discutir) e de preferência com a participação da sua “proprietária”, a menos que esteja morta, gravemente doente ou presa. Daria com gosto a minha participação nesse projecto, mais pela graça que acho à ideia do que pelo interesse em ver publicados textos meus (quase todos inseridos no Recanto das Letras com objectivos muito diversos mas principalmente o de me divertir, divertir os meus amigos e difundir alguns conhecimentos que considero importantes para o comum dos mortais), mas de onde estou (Porto, Portugal) não me é fácil tentar saber do que é feito da editora e da sua proprietária.
    O meu nome “literário” é Daquino Porto e o meu mail é joaojorg@gmail.com ambos ao vosso dispor. Saúdo todos e aguardo contactos

    ResponderExcluir
  27. Olá, meu comentário também desapareceu.
    Eu participei do 10o concurso, no quesito poesia, e fui pré-selecioada. Como todos vocês, estou preocupada pelo sumiço de todos e a impossobilidade de contactá-los, seja por e-mail ou telefone.
    Acho que deveriamos denunciá-los em algum meio de comunicação. Eu até tenho uma prima jornalista, mas estou no sul do Brasil e a editora é do Rio de Janeiro, não sei se seria útil. Alguém aí pode conseguir um espaço na mídia de SP ou do Rio?
    Precisamos lutar pelo resultado e consequentes prêmios!

    ResponderExcluir
  28. Penso que é evidente que não há nem prémios nem seleccionados para eles, nem júri de selecção e em consequência não haverá edição alguma. Também parece evidente que a Clarisse, se não está morta, presa ou gravemente doente, nunca mais aparecerá em lado nenhum a não ser com outro nome e seguramente com um visual diferente. Mesmo que alguém a consiga apanhar ela deve estar certa de que ninguém se queixará na justiça dado que essa actuação custará de certeza mais cara do que as verbas envolvidas por cada concorrente de per se. A denúncia na comunicação social só serviria para prevenir futuros incautos se ela não mudasse de nome e de ideia a explorar. Quanto aos amigos próximos têm de saber (só se não uiserem)muito bem o que ela de facto fez.

    ResponderExcluir
  29. Oi, gente, parabéns pelo interesse em ajudar. É o que tenho feito, também. Entrei em contato, na medida do possível, com algumas das pessoas que vi relacionadas no concurso e também citadas nos blogues da Clarisse. Tentei, até, entrar em contato com uma escola em Juiz de Fora, Escola Conde Domingos, creio eu, mas não tem e-mail. A Joana foi de muita gentileza comigo, e me respondeu logo o e-mail, e também pesoas lá do Sul. Enviei um e-mail à Secretaria da Cultura de Teresópolis, sem resposta. Sabem o que me vem à cachola? Que a Clarisse tenha sofrido um sequestro, ou que se sENtiu mal em casa e que, sozinha... Foi a primeira vez que participei agora do concurso, por indicação da Maria Aparecida Coquemala, de Itararé, gente ina que só vendo. LIGUEI PARA A EDITORA IMOS, DE TERESÓPOLIS, COM ÓTIMO ATENDIMENTO. o TELEFONE DA CLARISSE NÃO ATENDE. Tomada que haja um final feliz.O pior é que ganhei a promessa de um piirulito, e que está lá, guardado no guarda-comida, e não posso chupé-lo, sentir-lhe o gostinho. São dois pirulitos.
    Meu abraço a todos vocês, contem comigo. Gabriel Araújo dos Santos - bieoprosador@gmail.com. - Campinas -SP

    ResponderExcluir
  30. Olá amigos, fui pré-selecionada na categoria de contos, porém agora sinto-me tão triste pelo episódio que estamos vendo. Seria muita maldade brincar assim com o sonho de tantas pessoas, pois quem escreve sabe o tempo que devemos dedicar.O quanto é trabalhoso o resultado de uma arte,pra ser assim banalizada.Mas acredito em Deus e dele nada, nem ninguém foge.Quanto ao meu conto, encaminharei para outros concursos, espero ter mais sorte dessa vez.Um abraço e boa sorte a todos!!!

    ResponderExcluir
  31. Olá! Nesse exato momento o site da Editora Guemanisse abriu no meu navegador. Não há nenhuma atualização, mas o conteúdo voltou para o ar. Vamos torcer para que tudo se resolva.

    ResponderExcluir
  32. Confirmado! Às 2h 48min TMG o site apresentava-se tal qual antes do apagão. No site https://registro.br/cgi-bin/whois/ onde a 1/5 dizia "status: congelado" agora aparece novamente "status: publicado". De estranho apenas o não haver qualquer actualização ou nota sobre o atraso

    ResponderExcluir
  33. Confirmadíssimo! O site da Guemanisse está no ar! Agora vamos esperar que a editora Clarice se pronuncie e vamos torcer para que tenhamos notícias boas!
    Vamos lá, Clarice! Estamos todos esperando!
    Abraços.

    ResponderExcluir
  34. REPÚBLICA FEDERATIVA DO BRASIL
    CADASTRO NACIONAL DA PESSOA JURÍDICA
    NÚMERO DE INSCRIÇÃO
    04.837.071/0001-02
    MATRIZ
    COMPROVANTE DE INSCRIÇÃO E DE SITUAÇÃO CADASTRAL DATA DE ABERTURA
    28/11/2001
    NOME EMPRESARIAL
    GUEMANISSE EDITORA E EVENTOS LTDA. M.E.

    TÍTULO DO ESTABELECIMENTO (NOME DE FANTASIA)
    GUARAJAS EDITORA
    CÓDIGO E DESCRIÇÃO DA ATIVIDADE ECONÔMICA PRINCIPAL
    47.61-0-03 - Comércio varejista de artigos de papelaria
    CÓDIGO E DESCRIÇÃO DAS ATIVIDADES ECONÔMICAS SECUNDÁRIAS
    Não informada
    CÓDIGO E DESCRIÇÃO DA NATUREZA JURÍDICA
    206-2 - SOCIEDADE EMPRESARIA LIMITADA
    LOGRADOURO
    R JOS ELIAS ZAQUEM,486
    COMPLEMENTO CASA 03
    CEP
    25.964-401
    BAIRRO/DISTRITO AGRIOES
    MUNICÍPIO TERESOPOLIS
    UF RJ

    ResponderExcluir
  35. 19/5 às 1h 30min TMG: 24 horas depois do reaparecimento no ar do site da Guemanisse subsiste a ausência de qualquer actualização, explicação, desculpa ... Há cerca de 12 horas o telefone (21)26435418 indicava que estava temporariamente programado para não receber chamadas quando antes funcionou (quando liguei) apenas como fax. O mistério Clarisse Maia persiste!

    ResponderExcluir
  36. Também esperava alguma atualização ou nota de esclarecimento no site, no entanto, até agora, nada. Vou aguardar.

    ResponderExcluir
  37. Caríssimos Confrades, parece que mais uma arapuca está sendo armada. Surgiu agora uma tal Editora-amc-Guedes, com sede no Rio de Janeiro, e que se propõe a publicar seus livros e coisa e tal. Já mandei um e-mail para a Joana, para o Marcemino e para a Diedra. Cuidado!

    ResponderExcluir
  38. Na verdade amc-Guedes parece feito com o nome de um tal António Marcelo C. Guedes que aparece no registo da Guemanisse com o e-mail de guemanisse@globo.com. Dá para não confiar e até para desconfiar...

    ResponderExcluir
  39. Estranhíssimo. Dá até para desconfiar que isso tudo não passa de um esquema para empurrar o tal esquema de coedição e embolsar a taxa de inscrição. Por acaso vocês conhecem alguém que tenha GANHADO o concurso? Que tal levantar os nomes anunciados no site como vencedores das edições anteriores e dar uma investigada?

    ResponderExcluir
  40. Experimentem pesquisar no Google os nomes dos vencedores dos dois últimos concursos: o de crônicas, cartas e trovas (Demerval C. Ribeiro, Joanes Athé e Annete Fiss) e a edição anterior dos contos e poesias (em contos:Francimar Danz, Chris D´Oeiras e Ailton S. Severo; em poesias: Delmo Beça, Bel Ladário e Renata Anjos). Os resultados são sugestivos... Aparentemente, com exceção de Renata Anjos (um nome comum, diga-se de passagem), todos os vencedores adotaram pseudônimos... Que nunca mais usaram na vida! Uma estratégia bastante inesperada para um futuro autor que deseja, justamente, fixar seu nome (ou pseudônimo, que seja).

    ResponderExcluir
  41. Tem de ser mais fácil procurar Clarisse Maia do que autores pouco conhecidos seja pelo nome seja pelo pseudónimo: cadáver, doente ou sã tem de estar em algum lado e alguém (e não pode ser muito pouca gente) tem de saber onde ela pára. O aparecimento da editora amc-guedes com base no mesmo princípio da Guemanisse, o de fazer pagar pelos autores a edição de suas obras, sugere que o problema da Clarisse Maia-Guedes é de natureza conjugal e "empresarial" (?) em simultâneo.

    ResponderExcluir
  42. GUE = DE GUEDES, MAN = DE MANOTEAR E ISSE DE CLARISSE = GUEMANISSE.

    ResponderExcluir
  43. http://www.estantevirtual.com.br/qau/clarisse-maia-guedes

    ResponderExcluir
  44. Essa empresa está fazendo muita gente de otária e nós já descobrimos o quão inaceitável é a situação na qual nos encontramos. É muito dinheiro o que eles arrecadam com esses concursos. Nós temos de tomar providências legais contra essas pessoas, parem de ser conformistas ou esperançosos com uma empresa desse nível. Eu sei que a justiça no Brasil é ineficiente, mas temos de agir. Exponhamos pelo menos nosso caso à imprensa, isso me parece roubo em alto grau, já que envolve muita gente, não pode ser interpretado como um probleminha da empresa, muito dinheiro foi depositado na conta da guemanisse!

    ResponderExcluir
  45. Contribuo com o valor de uma inscrição (ou até mais) nos concursos guemanisse para denunciar na imprensa a actuação de Clarisse Maia-Guedes (e de António Marcelo C. Guedes inegavelmente seu sócio). É só dizer para onde devo enviar a minha contribuição. Se houvesse um reporter curioso que gostasse de averiguar toda a história até talvez descobrisse uma trama divertida. E bastava que disponibilizasse um e-mail para receber contribuições interessantes. Daquino Porto - joaojorg@gmail.com

    ResponderExcluir
  46. Caríssima Joana, desculpe, mas você, que credito residir aí no Rio, não teria como encaminhar essa questão à justiça? Darei igualmente minha contribuição financeira para dar entrada no processo. Ressalte-se que não é pelo que investi, que foi uma tutameia (32,00), mas pelo descaso, pelo mau exemplo, e pelo que está enlameando o nome do nosso Brasil.

    ResponderExcluir
  47. Colegas,
    o resultado saiu (e meu conto não venceu em nada nem foi menção honrosa, rs) e a Editora postou uma nota de esclarecimento no site. Vocês viram?

    ResponderExcluir
  48. Aproveitando a ótima notícia do post acima, fui lá no site e peguei o comunicado e transcrevo aqui para vocês.
    Abraços.

    Comunicado
    Prezados clientes, escritores e amigos.
    Desde o final do ano passado, atravessamos uma série de problemas inesperados e fortuitos que chegaram, por suas dimensões, a quase abateram os nossos ânimos. Nesse encadeado de acontecimentos, antes da tragédia que vitimou a Região Serrana, tivemos uma pane nos nossos computadores que resultaram na perda total dos nossos registros, o que nos obrigou a recorrer a especialistas em recuperação de dados. Tal medida resolveu parcialmente o problema, uma vez que conseguimos a recuperação das informações referentes ao livro PROSAPOEMAS (2 volumes), mas infelizmente o volume 1 apresentou falhas no arquivo que degenerou. Dessa forma, enviamos aos co-autores os exemplares do volume 2.
    À tragédia que se abateu sobre Teresópolis, somamos uma doença grave que me abateu, e mudanças não desejadas na Diretoria e no Pessoal. Tais fatos implicaram em um grande impacto no andamento dos nossos trabalhos, retardando procedimentos, travando comunicação e dificultando todo o desenvolvimento destes últimos concursos e publicações.
    Finalmente, quando tudo parecia se encaminhar para a normalidade, ficamos incomunicáveis (sem site e sem receber ou enviar e-mails) e sem possibilidades técnicas de atualizar o nosso site.
    Dessa forma, sanados os problemas maiores, informamos aos nossos autores o seguinte:
    1 – Remessa pelos correios, aos co-autores, do livro Prosapoemas (volume 1), no início de junho;
    2 – Andamento do livro CRÔNICAS CARTAS E TROVAS nos trabalhos gráficos (com aprevisão de 30 dias para a sua consecução final);
    3 – Publicação (abaixo) dos resultados do 10º Concurso Literário Guemanisse de Contos e Poesias.
    4 – Conseguimos restabelecer nossos contatos via Internet e estaremos enviando circulares a todos os clientes/escritores buscando elucidar os fatos e explicitar as soluções encontradas.
    Apresentamos nossas sinceras desculpas a todos aqueles que deixamos em falta, assumindo a certeza de que as falhas, mesmo independentes de nossa vontade são de nossa inteira responsabilidade.
    Por todos estes anos de jornada juntos, sempre buscando priorizar a literatura e os anseios dos escritores, desejo de coração atender a todos, como sempre, nesta missão que me foi concedida e que me agrada.
    Agradeço a todos os nossos autores pela compreensão demonstrada e, em pouco tempo, estaremos novamente numa trilha sem maiores sobressaltos.
    Meu cordial abraço,
    Clarisse Maia

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Boa tarde Clarisse, Como vai o João? Tudo bem com ele.
      Achei estranho mesmo esse apagão. Muitas pessoas tem me perguntado sobre os livros, a minha resposta sempre foi a mesma..Não sei...perdi o contato com a Editora.
      Não sabia desses acontecimentos.
      Você continua no ramo?
      De noticias. ghesa.sp@terra.com.br 11 5092 3964 Grande abraço para você e família e em especial para o João.

      Excluir
  49. Desejando completo restabelecimento da saúde de Clarrisse Maia e felicitando-a pela inteligência do comunicado, cumpre assinalar que é vago, tardio e deixa muitas dúvidas. Como ter a certeza de que o nº de concorrentes é o indicado, de que os pré seleccionados o são com um critério defensável e não apenas para garantir uma bolsa substancial de potenciais co-editores (a preço caríssimo),de que existe mesmo um júri e com credenciais aceitáveis, de que os premiados existem mesmo e não são heterónimos de "gente da casa"?; como saber quantos exemplares são distribuídos e a quem (a difusão é muito inferior à que se conseguiria com uma edição de autor)? Quando a lista dos pré seleccionados saiu já fora do prazo não havia mais ninguém na editora (?)capaz de emitir uma nota em simultâneo com essa publicação? Alguém conhece pessoalmente Clarisse Maia?

    ResponderExcluir
  50. Excelentes perguntas!!!
    E o "site" já está fora do ar novamente...

    ResponderExcluir
  51. Também foi ao ar (ou ficou fora dele) o site da editora amc-guedes. Grossa marosca enreda a Clarisse Maia do último comunicado (já não Maia-Guedes) e o seu sócio (?) António Marcelo C. Guedes. Não se descobre alguém credível em Teresópolis que os conheça pessoalmente?

    ResponderExcluir
  52. consegui acessar o site agorinha. enviei outro e-mail e, apesar da falta de credibilidade gerada em cada um de nós, ainda torço para que não sejamos lesados. vamos mantendo contato, gente! Meu trabalho está (ou deveria estar) no livro CRÔNICAS CARTAS E TROVAS, com previsão de 30 dias para a sua consecução final, segundo informações no site. será mesmo? TOMARA!

    ResponderExcluir
  53. Recebi hoje o livro "Prosapoemas" vol.1, da Editora Guemanisse. A propósito encaminhei a Clarisse Maia a seguinte mensagem:
    Prezada editora Clarisse Maia:

    "Venho comunicar o recebimento dos livros enviados.

    Aproveito a oportunidade para fazer algumas sugestões:

    1- Que haja melhor comunicação dessa editora por meio de seu "site" (muitos contratempos e dúvidas dos últimos tempos teriam sido evitados, com uma simples nota no "site").

    2- Nos próximos concursos, se houver, que se se indiquem os nomes dos componentes da comissão julgadora e se apontem os critérios de julgamento (examinando os contos vencedores dos três primeiros lugares do 9º Concurso de Contos e Poesias, constantes no livro Prosapoemas vol. 1, é impossível deixar de considerá-los muito fracos e imerecedores da colocação que obtiveram). Além disso, a despeito de haver revisoras mencionadas na edição, houve erros grotescos de revisão - até na apresentação do livro: "vide" o nome incorreto da própria editora).

    3- Dever-se-ia também indicar, antes da pré-seleção, todos os nomes de contos incluídos no concurso.

    4- Algumas apresentações dos escritores são excessivamente prolixas e até inconvenientes, dando um aspecto antiestético à publicação.

    Certo de que essas sugestões serão consideradas como uma crítica construtiva e com o intuito de que o trabalho editorial seja aprimorado, subscrevo-me,

    Atenciosamente,

    Fernando Bueno.

    ResponderExcluir
  54. Sem uma resposta cabal às perguntas constantes deste e doutros comentários a editora Guemanisse ficará muito mal vista

    ResponderExcluir
  55. M.D. ms, entendo todas estas revoltas, este signatário vem por meio desta esclarecer que, já que sis entendedor das palavras sabeis que a forma em que nós da GEMANISSE levara as palavras de vossas excelências para o MUNDO, sempre sem medir esforços.
    Peço-lhes, a não apreçar a arte mãe.
    Nada mais tendo a declarar, aproveito o ensejo para que, dê um abraço na no ser vivo mais próximo.
    OBRIGADO!
    Marcelo Maia Guedes, ( autor de capas da GUEMANISSE ).

    ResponderExcluir
  56. Novo apagão da editora(?) Guemenisse? Talvez o post anterior - do autor das capas com pouco pendor para a escrita como é legível - já indiciasse isso mesmo.

    ResponderExcluir
  57. Algum sinal de vida da Guemanisse? Inscrevi meu conto e paguei pela co-autoria. Mais gente na fila? Como poderemos lidar com a questão? Celia

    ResponderExcluir
  58. Pessoal, fiz um blog dedicado exclusivamente a essas reclamações! Visitem e comentem lá também! http://reclamacaoconcursocontos.blogspot.com/2012/02/concurso-de-contos-e-haicais-da-editora.html

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Coloque a questão no Facebook que terá mais possibilidades de incrementar as intervenções sobre o assunto do que num blog.

      Excluir
  59. Haverá alguém que tenha concorrido aos concursos da Guemanisse e NÃO TENHA SIDO PRÉ-SELECIONADO??? Ia apostar que não...

    ResponderExcluir
  60. Parece que fomos todos realmente vítimas de um mais golpe sórdido. Participei do quinto concurso literário (com haicais)dessa mesma "editora" e além de pagar pela inscrição, como todos aqui fui pré-selecionado para a coedição (nunca atenderam minha solicitação para ler os poemas vencedores), pela qual paguei mais 230 reais, com a promessa de envio das edições em janeiro. Claro que não chegou nada até hoje, pararam de responder e-mails, não atendem telefone etc. Acho que devemos denunciar coletivamente para tentar recuperar, senão os valores, a nossa dignidade. meu e-mail: brick@ig.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. ... e haverá algum premiado, neste último concurso, com dinheiro ou menção honrosa que tenha recebido os livros a que tem direito (e o prémio pecuniário)? Se houvesse era bom que deixasse aqui uma nota ... e se não houvesse ... também. Penso que o melhor sítio para ir expondo reclamações é o facebook. Abraços

      Excluir
  61. Um ano depois do 1º apagão: estamos a assistir ao 2º e último? Dizem que não há duas sem três ... mas o reacendimento deve estar difícil...

    ResponderExcluir
  62. O que é mais estranho nisso tudo é que se perguntarem a qualquer um aqui ninguém saberá responder se de fato os supostos ganhadores existem. Fui premiado por duas vezes com menção honrosa, mas nunca fiquei sabendo de fato quem eram os três ganhadores, se é que estes existem mesmo.

    ResponderExcluir
  63. Pasmem...mas recebi um email da Gemanisse convidando de novo para participarco prêmio literário... eu não caio mais nessa!!!



    1º CONCURSO LITERÁRIO GUEMANISSE
    de
    Contos
    Contos Infanto-Juvenil e Poesias
    2012
    www.guemanisse.com.br
    editora@guemanisse.com.br
    concursoliterario@guemanisse.com.br


    1. Podem concorrer quaisquer pessoas, de qualquer país, desde que os textos inscritos sejam em língua portuguesa. Os trabalhos não precisam ser inéditos e a temática é livre.


    2. As inscrições vão de 13 de julho de 2012 ao dia 17 de setembro de 2012. Os trabalhos enviados após esta data não serão considerados para efeito do concurso, e, assim como os demais, não serão devolvidos. Para tanto será considerada a data de postagem (correio e internet). No caso de prorrogação por algum motivo de força maior, será informado no site da Guemanisse Editora.

    ResponderExcluir
  64. Paguei para participar da11ª edição da coletânea, e até agora não tive resposta da editora. Silêncio total ! Cadê você Clarise? Não nos decepcione!

    Demósthenes. Conto: A oferenda

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. KKKKKKKKKKKK MISTÉRIO, MAS PARA MIM, NÃO!.... AGUARDEM, VOU POSTAR O POR QUÊ, DE TUDO ISTO AQUI!

      Excluir
  65. Participei do 11º concurso e paguei para participar da coletânea, e até agora silêncio total por parte da editora Guemanisse. Cadê você Clarise?

    ResponderExcluir
  66. Eu sou Demósthenes e participei do 11° concurso da Guemenisse com o conto O provedor publicado equivocadamente pela metade (absurdo!). Depois de tanta tentativa de contato não tive resposta quanto ao problema. Isso prova que não existe nenhum critério de revisão dos textos. Cadê dona Clarisse? Guemanisse nunca mais!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que absurdo Demósthenes! Infelizmente não acredito que você vá resolver o seu problema! Mas torço para que continue escrevendo! Abraços

      Excluir
    2. A D. Clarisse sumiu e a Guemanisse está morta embora talvez ainda não enterrada. A ideia original dessa editora(?), a de apanhar dinheiro aos escritores deve estar a ser implementada de novo por um antigo(?) sócio da Clarisse. Veja o anúncio da AMC Guedes para novo concurso(?) em moldes idênticos aos da defunta

      Excluir
    3. Joana Cabral: a história da Clarisse, com a morte anunciada da sua (dela) ideia de apanhar dinheiro aos escritores, a das aldrabices que montou, da zanga com o namorado/sócio ou lá o que era o AMC Guedes que aparece agora com um "projecto" semelhante ou igual, dava de certeza um divertido romance. Se eu vivesse no Brasil não parava até me documentar o suficiente para o escrever
      Com os melhores desejos do
      Daquino Porto

      Excluir
    4. Então é isso mesmo; a tal Clarice Maia e seu namorado/sócio estão de novo na área com a editora AMCGuedes. Eu caí igual a um patinho e já fiz minha inscrição no concurso literário que eles estão promovendo. É a delinquência no meio cult !?

      Excluir
    5. Não entendo como não há no Brasil uma qualquer entidade que averigue o que se passou com a Clarice Maia e a sua "editora" Guemanisse. Tudo indica que esta editora AMCGuedes ao lançar um "concurso" em tudo idêntico aos da Guemanisse esteja a dedicar-se a uma reedição de negócio semelhante: recolher as inscrições e os custos do que eles chamam coedição e depois publicar o livro prometido se o dinheiro recebi do der para isso (e para a vidinha dos sócios) e não publicar se não der. Vivendo no Brasil não deve ser difícil averiguar por exemplo quem foram os membros do júri dos concursos da Guemanisse e quem são os deste novo concurso, quem são os vencedores pagos dos concursos anteriores (se é que os há), etc, etc. A "dona" deste blogue tem de saber alguma coisa mais desta história do que aquilo que publica

      Excluir
  67. KKKKKKKKKKKKKK SORRINO E SORRINDO!... GENTE, O MISTÉRIO ACABOU E ACABA POR AQUI, SÓ FICANDO NOSSA DECEPÇÃO!
    A EDITORA SIMPLESMENTE TOMOU DORIL PORQUE A PROCESSEI, CONSEGUI 15 TESTEMUNHAS, QUANDO A DEFENSORIA PÚBLICA ACIONADA POR MIM MANDOU CARTAS PRECATÓRIAS, NUNCA ENCONTRAVA NINGUÉM!.... O QUE É IM´POSSÍVEL, JÁ QUE O ENDEREÇO ERA LÍQUIDO E CERTO!.... SÓ QUE, DEVEM SER PESSOAS BEM RELACIONADAS NA CIDADE, DERAM UM "JEITINHO" DE SE EVADIREM!... TINHAM QUE ME PAGAR UMA GRANA POR DANOS E PERDAS, EM TRÊS CONCURSOS SEIS TEXTOS MEUS GANHARAM MENÇÃO HONROSA, [COIS'ORROROSA!] SÓ RECEBI DEZ LIVROS, PERDI GRANA PQ NÃO MANDARAM O RESTO, NÃO EDITARAM MEUS TEXTOS VENCEDORES, E, COMO PROCESSEI, MEU NOME QUE JÁ ESTAVA NA LISTA DO
    9º CONCURSO E MEUS TEXTOS FORAM TIRADOS, SÓ DE RAIVINHA, ÓIA!.... SE ACABOUSSI O MISTÉRIO! KKKKKKKKKK ASSINADO: O VELHINHO IN: [LEMBRAM-SE?... ALGUNS QUE PARTICIPARAM DE COLETÂNEAS DEVEM LEMBRA-SE, INCLUSIVE QUE UMA GAROTA QUE PREFACIOU O LIVRO, TEVE SETE TEXTOS NO MESMO! AFFFFEEE Y KKKK} OLHEM O Nº DO PROCESSO: 0014494-22.2013.8.19.0061 :)

    ResponderExcluir

Postar um comentário

Postagens mais visitadas